Saúde

Por que a bicicleta deveria fazer parte da sua rotina

Publicado em: 30 de março de 2022

Tempo estimado de leitura: 5 minutos

Por: Paes.digital

Emagrecer, ganhar fôlego e tônus muscular: pedalar pode mudar a sua vida. Esses são alguns benefícios de andar de bicicleta. Mas como incluir a prática na sua rotina? Continue a leitura e descubra.

Andar de bicicleta é uma prática sustentável que já faz parte da vida de muitas pessoas, seja para realizar trajetos de curta ou média distância, nos momentos de lazer ou como exercício físico.

Essa iniciativa contribui para a diminuição do trânsito e emissão de gases poluentes. 

E mesmo que pareça ser um número pequeno de pessoas, se compararmos às que utilizam o carro para fazer um percurso semelhante, é uma atitude significativa para o nosso meio ambiente. 

Além disso, andar de bicicleta também faz muito bem para a saúde.

Os benefícios deste esporte vão muito além da perda de peso e do ganho de condicionamento físico, já que o exercício também auxilia em diversos fatores que mantêm o corpo saudável.

Para explicar melhor esses benefícios, conversamos com a nossa colaboradora e professora de Educação Física, Ana Carolina Franceschette.

 

Por que andar de bicicleta faz bem para a saúde?

A atividade aeróbica fortalece o sistema cardiorrespiratório, auxiliando na prevenção e combate de inúmeras doenças como o diabetes, e a hipertensão, auxiliando no controle dos níveis de colesterol.

“Pedalar, assim como os demais exercícios físicos regulares, promove o bem-estar físico e mental, auxiliando no combate do estresse e da ansiedade”, ressalta Ana. “Pedalar também auxilia no fortalecimento das pernas e favorece o gasto calórico.”

 

Como incluir a bicicleta na rotina?

Para incluir a bicicleta em sua rotina e sair para pedalar com frequência, é preciso se preparar para não desanimar rapidamente.

“Uma das formas para isso é torná-la seu meio de transporte. Além de estar inserindo uma prática regular de atividades físicas no dia a dia, é possível conseguir uma boa redução nos gastos com transporte”, aconselha a educadora.

Outras coisas que podem ajudar neste início são: 

  • saia com um tempo sobrando para não correr o risco de se atrasar;
  • opte por caminhos que tenham menos trânsito e com terrenos menos acidentados, para que você chegue em segurança; 
  • se o trajeto for mais longo ou, se as roupas do trabalho não forem confortáveis para pedalar, é interessante levar a roupa de trabalho na mochila e fazer a troca lá.

Além disso, adotar a bicicleta no dia a dia evita aglomerações em meios de transportes coletivos. Esta é mais uma alternativa para se sentir protegido contra a Covid-19.

A atividade também pode ser inserida nos momentos de lazer, em passeios com a família ou amigos.

“Aqui é importante deixar claro que, se for iniciante, deve-se começar aos poucos. Se a intenção é inserir a bike nos treinos, é importante iniciar com treinos mais curtos, em torno de 3 a 4 vezes por semana em dias intercalados, para favorecer a recuperação muscular.”

 

Como evitar lesões?

O ciclismo é uma atividade prazerosa, mas requer alguns cuidados básicos, sobretudo com a sua segurança. Afinal, o próprio cuidado com a bicicleta é essencial para tornar a prática constante e confortável.

A nossa colaboradora e professora de Educação Física, explica que, o uso de equipamentos de proteção adequados são uma ótima forma de evitar lesões. “Dentre eles, destaca-se o capacete, que é indispensável nesta prática.”

As luvas auxiliam na proteção contra bolhas e formigamentos não mãos – luvas com palmas antiderrapantes são boas opções na hora da escolha – e também contribuem para evitar machucados.

As bermudas e bretelles são outros aliados que fazem a diferença para evitar dores e formigamentos, além de proporcionarem mais conforto durante a prática.

E, claro, não esqueça de fazer uma boa sessão de aquecimento e alongamentos antes de começar a pedalar.

“O alongamento pós-exercício, bem como a prática regular de fortalecimento muscular também são ótimos aliados quando o assunto é a prevenção de lesões”, complementa Ana.

Por fim, a escolha da bike adequada para o seu corpo e os ajustes no equipamento auxiliam na prevenção de dores e lesões, favorecendo uma melhor postura durante as pedaladas.

E deixe seu corpo descansar! É importante manter algum dia de descanso, caso os treinos sejam mais intensos.

Para iniciar as atividades, é importante consultar um profissional especializado.

Gostou desta publicação?
Compartilhe com seus amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine nossa
newsletter