Educação

Concentração nos estudos: como ajudar seu filho a manter o foco

Publicado em: 7 de julho de 2022

Tempo estimado de leitura: 12 minutos

Por: Paes.digital

A capacidade de concentração das crianças está diretamente ligada a outros hábitos que temos em casa, à rotina e às tecnologias disponíveis. Por isso, para incentivar e desenvolver o foco dos pequenos, é preciso incluir ou mudar algumas práticas. Confira algumas dicas para ajudar nesta tarefa neste blog.

Para muitas crianças, manter o foco é quase sempre um desafio. Nesta época, em que os pequenos já estão chegando ao meio do ano letivo, pode ser ainda mais complicado.

Afinal, a infância é uma fase em que as crianças podem se distrair com maior facilidade, tendo em vista o mundo cada vez mais repleto de atrações e recursos que contribuem para dispersar a atenção.

Por isso, auxiliar os pequenos na busca pela concentração, assim como, aprender a realizar atividades do dia a dia, de forma plena e presente, é algo muito importante. Assim é possível favorecer e potencializar o seu aprendizado.

A escola é uma aliada indispensável neste processo, mas existem muitas atividades que podem ser feitas em casa como reforço, ajudando nos resultados.

Em outro blog, falamos mais sobre como trabalhar em conjunto com a escola e ser um agente ativo na educação do seu filho.

Hoje, vamos falar mais sobre como auxiliar a criança a constituir hábitos de concentração, baseados em algumas atividades simples, ou ainda, ações e mudanças na rotina das crianças que podem favorecê-las.

Como melhorar o foco e a concentração das crianças

Os pais no século XXI precisam lidar com desafios bem diferentes daqueles de antigamente.

As crianças de hoje já crescem conectadas e cercadas de estímulos. Por isso, muitas vezes é difícil para elas conseguirem desenvolver a capacidade de foco e concentração sozinhas.

“Vivemos num tempo onde muitos são os gatilhos para que crianças e adultos, facilmente percam o foco do que deveriam priorizar”, ressalta a colaboradora e pedagoga da Mercur, Márcia Murillo.

De acordo com ela, é preciso que estejamos atentos e conscientes dos malefícios de se fazer muitas atividades ao mesmo tempo. Além disso, incentivar as crianças a crescerem com hábitos saudáveis, criando foco naquilo que fazem.

“São os adultos que mostram e apresentam às crianças, formas e modos de se organizarem. Somos a referência que eles possuem para construir esses modos de viver cada vez com maior qualidade no que fazem”, complementa.

Como vivemos em um contexto onde somos estimulados a ser multitarefas, é fundamental que os pais ajudem seus filhos a aprenderem a fazer uma coisa de cada vez.

Isso porque, quando a criança realiza muitas atividades simultâneas, o cérebro acostuma-se com este tipo de estímulo. Aí, quando ela precisa se concentrar em apenas uma coisa, mesmo que em um ambiente silencioso e adequado, não consegue.

A seguir, reunimos algumas dicas de como colocar esta ideia em prática.

1. Exercite o foco dos pequenos

É possível trabalhar a concentração com seu filho em outros momentos, além da hora de fazer as tarefas.

Quando ele estiver vendo TV, fazendo as refeições ou brincando, fique de olho para que ele faça somente aquilo, ou seja: uma coisa de cada vez.

2. Na hora de comer, evite a tecnologia

A TV ligada ou os celulares podem distrair na hora das refeições, um dos momentos mais importantes da convivência em família.

Nessas horas, não deixe que a tecnologia roube a sua atenção. Combinados prévios entre a família são fundamentais. E estes devem servir para todos os integrantes da família, adultos e crianças.

3. Não espere a criança dormir para levá-la para a cama

A hora de dormir é uma boa hora para incentivar o gosto pela leitura. Aproveite para ler uma história e conversar sobre ela.

Quando os pais leem para os filhos desde bem pequenininhos, eles aprendem a gostar dos livros.

4. Perguntas sobre as histórias lidas

Depois de lerem alguma história juntos, faça perguntas sobre a mesma. Fazendo com que a criança pense e encontre elementos que lhe foram marcantes nesta leitura. Nomes de personagens, o que falaram, o que pensaram, entre outros.

5. Dê o exemplo

A melhor forma de educar os pequenos: através do exemplo.

Esta talvez seja a parte mais difícil de colocar em prática, mas vale a pena.

Por isso, enquanto estiver comendo ou realizando outras tarefas, esteja focado nelas. Evite fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo, para que eles se sintam incentivados.

6. Organizar a rotina da criança

Converse com seu filho para criar uma rotina com horários definidos para brincar, estudar, ver TV, almoçar, ler e assim por diante.

Assim, ele vai sentir-se mais seguro ao realizar as coisas que adora e concentra-se melhor no que está fazendo. Listas bem visíveis podem auxiliá-lo a cumprir suas responsabilidades e começar a compreender a ir até o final com suas tarefas.

7. Brinque de verdade

Essa é a hora de resgatar brincadeiras de quando você era criança, como faz-de-conta, blocos de encaixe, quebra-cabeças e jogos de tabuleiro.

Em um outro conteúdo aqui do blog, listamos 3 brincadeiras que estimulam o desenvolvimento cognitivo das crianças. Clique aqui para conferir.

8. Não tema o tédio

O tédio também é importante para os pequenos. Nos momentos ociosos, a criança pode concentrar-se em descobrir sozinha como usar o tempo da melhor maneira naquela situação.

9. Envolva a criança nas atividades

Você pode convidar seu filho para ajudar na cozinha ou nas tarefas da casa. Esta é uma forma dele sentir-se incluído.

Além disso, a criança terá um momento em família do qual não se esquecerá.

 

Para auxiliar as crianças na busca por realizar as suas atividades com concentração, os pais têm um papel fundamental, principalmente neste período de fim de semestre e reinício de aulas.

Mais que fazer todas as atividades junto com as crianças, o que os pequenos precisam é saber que você acredita neles e tem uma expectativa positiva em relação aos seus avanços.

 

Gostou dessas dicas? 👧🧒
Conta pra gente nos comentários.

Gostou desta publicação?
Compartilhe com seus amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine nossa
newsletter