Saúde

Dicas para aliviar os desconfortos da gravidez

Publicado em: 20 de maio de 2022

Tempo estimado de leitura: 6 minutos

Por: Paes.digital

A gravidez proporciona momentos especiais para as mulheres. Mas, com ela, também surgem algumas transformações no corpo. Por isso, além de ter um bom acompanhamento médico, você pode adotar algumas práticas que ajudam a aliviar os desconfortos dessa fase. É sobre elas que vamos falar neste blog.

Durante o período de gestação, o corpo feminino sofre com diversas alterações hormonais. Enjoos, cansaço e desejos alimentares, são algumas dessas mudanças e que podem ser muito desconfortáveis para a gestante.

A boa notícia é que existem algumas estratégias simples que podem ajudar a lidar com cada situação, sem prejudicar a mulher ou o bebê.

A seguir, vamos falar sobre as principais dores e incômodos que afetam as grávidas, e como aliviar elas.

 

Azia

A azia é mais comum no final da gravidez. Ocorre por conta do maior relaxamento dos músculos do estômago e esôfago e pela compressão do estômago pelo útero. Isso causa a subida dos ácidos do estômago para o esôfago, resultando neste sintoma. Mas existem algumas medidas simples que podem ajudar:

  • não se deite logo após as refeições;
  • coma em pequenas quantidades e em intervalos menores, de 2 a 3 horas;
  • deixe a cabeceira da cama mais alta, alguns travesseiros mais altos podem ajudar;
  • evite consumir alimentos que estimulam a azia como frituras, comidas apimentadas ou muito condimentadas.

 

Inchaço nos pés

Para aliviar o inchaço nos pés, algo que também é comum no final da gravidez, é preciso colocá-los mais altos que o corpo. Você pode usar um banco ou almofadas, quando se sentar ou se deitar.

Outras atitudes que ajudam são:

  • não usar sapatos apertados;
  • não ficar muito tempo de pé;
  • praticar exercício físico regular, como caminhada ou natação, conforme orientação do seu médico.

De acordo com Caroline Wagner, fisioterapeuta e colaboradora da Mercur, nestes casos é adequado realizar pausas ao longo do dia para levantar as pernas para cima, o que favorece a circulação sanguínea e o retorno venoso.

Apesar de ser um pouco desconfortável, o uso de bolsas térmicas para aplicação de frio também podem ajudar a diminuir o inchaço, provocando uma maior sensação de bem-estar.

 

Dor nas costas

Para diminuir a dor nas costas é importante não ficar muito tempo de pé e evitar cruzar as pernas ao sentar-se.

“Com o crescimento da barriga ao passar dos meses, há uma série de alterações no corpo feminino, desde a mudança no centro de gravidade até uma maior exigência dos músculos da região lombar e pélvica, que passam a suportar o peso do bebê”, explica a fisioterapeuta.

Uma Órtese Abdominal para Gestante – chamada também de cinta de gestante – pode ser uma aliada interessante para aliviar o desconforto, uma vez que dá suporte à barriga e às costas.

“A órtese abdominal para gestante ajuda a sustentar o peso da barriga, reduzindo a pressão sobre a pelve e a coluna, aliviando as tensões nos músculos e as dores nas costas e abdômen”, complementa Caroline.

Para as dores nas costas, o uso de bolsas térmicas para aplicação de calor também podem ajudar.

 

Dor nos seios

Essa é uma reclamação comum entre as gestantes, resultado das alterações nos níveis hormonais. O comum é que o corpo se acostume às mudanças nos hormônios e as mamas fiquem menos doloridas com o tempo.

Uma boa dica para aliviar as dores são as Bolsas Térmicas Gel para Seios, elas podem ser usadas tanto frias quanto quentes. Além disso, são reutilizáveis e não congelam, podendo ser resfriada no freezer, aquecida na água quente ou no micro-ondas (sempre imersa em água).

“Quando utilizadas frias, as Bolsas Térmicas Gel para Seios amenizam processos inflamatórios e auxiliam na recuperação em pós-operatórios na região. Já quando aplicadas aquecidas, auxiliam no alívio de dores e a dissolver os caroços que se formam durante a amamentação”, diz Caroline.

 

Insônia

Dormir com um travesseiro entre as pernas e deitada de lado ajuda a reduzir o desconforto que dificulta o sono.

A fisioterapeuta ressalta a importância desta postura que, de acordo com ela, favorece a circulação sanguínea, previne dores e garante maior qualidade do sono.

“Dormir de lado e de preferência para o esquerdo, com um travesseiro entre as pernas é a postura ideal ao dormir. A barriga da mamãe também pode ser apoiada por outro travesseiro para reduzir a sobrecarga das costas”, ressalta a profissional.

Outro fator que pode contribuir é criar uma rotina de sono, além de dormir em um ambiente calmo e confortável.

 

Cãibras

Massagens e alongamentos suaves ajudam a aliviar as dores da cãibra durante a gravidez.

As bolsas térmicas para aplicação de calor (sim, elas de novo!), também ajudam a diminuir esse desconforto. É preciso colocá-las sobre a região com cãibra, como pés, tornozelos ou pernas.

E não esqueça de beber água! O recomendado é 2 litros de água por dia, para manter o corpo hidratado e melhorar a circulação sanguínea.

 

Hemorroidas

Para aliviar o desconforto causado pelas hemorroidas, a Almofada Terapêutica pode ajudar. Além disso, é importante não permanecer sentada ou em pé por muito tempo.

Esses desconfortos são problemas comuns na gravidez, que apesar de incômodos, não são preocupantes. No entanto, não ignore os sintomas durante esse período e conte com acompanhamento médico.

 

Gostou das dicas?
Temos mais conteúdos sobre saúde e maternidade em nosso blog. 😊

Gostou desta publicação?
Compartilhe com seus amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine nossa
newsletter