Sem categoria

Bem-estar corporativo: qual é o legado de uma empresa na vida das pessoas?

Publicado em: 11 de junho de 2024

Tempo estimado de leitura: 6 minutos

Por: Maré – Marca e Conteúdo

Entenda como ações relacionadas ao cuidado da saúde física e mental dos colaboradores deixa uma marca positiva na organização

Neste artigo, você vai ler sobre:

  • A importância de ações de bem-estar organizacional.
  • O que é turnover e por que pessoas decidem trocar de empresa.
  • Como a Mercur tem ações sistêmicas que pensam nas pessoas colaboradoras.
  • Por que construímos ações que impactam em turnover reduzido e por que as pessoas decidem ficar em nossa organização.
  • Vamos contar histórias sobre famílias que estão em nossa empresa há três gerações.

Toda organização possui um legado, uma fama que se espalha e faz com que ela seja reconhecida de forma positiva ou negativa.

Um exemplo bastante comum, principalmente em redes sociais profissionais, é o questionamento sobre algumas empresas que sempre estão com vagas abertas. De cara, bate a dúvida: “por que essas vagas não são preenchidas? E, se são, por que as pessoas não ficam?”.

Esse comportamento possui um nome: turnover.

O que é turnover?

O termo em inglês se refere à taxa de rotatividade dos colaboradores em uma empresa e também ao tempo médio de permanência deles dentro da organização.

Empresas com turnover mais frequente tendem a ser vistas como difíceis de trabalhar ou como um ambiente que não promove o bem-estar organizacional. Ou seja, não entregam formas saudáveis de realizar a atividade proposta.

O Brasil lidera o índice de turnover, isto é, a rotatividade de funcionários dentro de uma empresa, com números chegando a 56%, de acordo com um estudo realizado pela empresa de recursos humanos Robert Half, com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Caged, em 2023.

O que auxilia a reduzir o turnover são ações que pensem nas pessoas colaboradoras. O turnover geral da Mercur é 1,52%.

Como promover o bem-estar corporativo?

O bem-estar corporativo não é uma ação simples e isolada, mas um conjunto de ações pensadas de acordo com a realidade das pessoas colaboradoras e dos setores em que atuam.

Dicas para promover o bem-estar corporativo

  • Em primeiro lugar, é necessário escutar as pessoas colaboradoras, entender suas necessidades e ouvir suas opiniões e ideias, por meio de conversas bilaterais.
  • Uma empresa que promove o bem-estar organizacional se preocupa com a saúde física e a saúde mental de seus colaboradores; busca promover ações e pesquisas para entender o clima organizacional, investindo em palestras e ações dentro das necessidades coletivas e ressaltando a participação de todos nos resultados.

Com a nossa Virada de Chave, em 2009, a Mercur estabeleceu uma relação de cuidado ainda mais próxima com as pessoas colaboradoras, criando uma política de diminuição das diferenças entre maiores e menores salários, independentemente de sua atividade.

Hoje, temos 718 pessoas colaboradoras, e 18% delas possuem mais de 10 anos na companhia.

Bem-estar organizacional é um legado da Mercur

Completamos, em junho de 2024, o tão aguardado centenário da Mercur. O marco nunca seria possível se não houvesse ações concretas de promoção do bem-estar físico e psicológico de quem nos acompanha nesta jornada.

Histórias de famílias que cresceram com a gente e gerações que passaram e passam diretamente nos corredores da Mercur são fundamentais em nosso legado.

Um exemplo são as irmãs Fabiula Adriana da Rosa e Michele Regina da Rosa Vieira que, mesmo antes de serem colaboradoras na companhia, já tinham familiares que fizeram carreira na empresa.

“Com muito orgulho, gostamos de dizer que somos a terceira geração da família a trilhar a jornada na Mercur. Minha vó Glória ingressou na Mercur nos anos 1970 e atuou por quase 30 anos na produção Mercur/Centro. Sempre foi para ela uma satisfação a sua rotina, o seu trabalho e, especialmente, ter se aposentado na empresa”, relata Michele.

Foi a avó que levou a mãe das irmãs para a Mercur, e, juntas, elas dividiram a rotina na Mercur por bons anos. Michele relata que a avó, hoje com 85 anos, guarda memórias especiais da companhia e da homenagem que recebeu quando se aposentou.

O legado de uma empresa com as pessoas colaboradoras está, principalmente, nas memórias, muitas vezes simples, mas cheias de significados que são atrelados ao dia a dia no trabalho.

“Lembro quando eu esperava minha mãe na portaria da Mercur para ir para casa, e ela trazia um pãozinho para mim, cheio de amor. Ou quando minha mãe vinha de bicicleta para Mercur, e eu olhava ela colocar a mochila nas costas e trilhar a trajetória dela, que foi muito linda e segue nos enchendo de orgulho por aqui. Outro momento muito feliz foi participar na seleção da vaga de SAC, onde foi um momento incrível. E claro, meu primeiro dia de trabalho foi muito especial”, conta Fabíula.

Bem-estar estendido a parceiros

Claúdio Pinto dos Santos Borges trabalha como parceiro da Mercur há 35 anos. Ele começou como office boy em um escritório que representa a companhia há 96 anos no Rio de Janeiro. Hoje sócio do escritório, Cláudio foi, com o tempo, crescendo na carreira e se tornou vendedor dos produtos da Mercur. Afirma que se apaixonou pelo propósito e mensagem que era passada.

Ele relata que um dos momentos mais marcantes desta trajetória foi a Virada de Chave, que aconteceu na companhia em 2009 – quando decidimos colocar em prática novas ações que consideram as pessoas e a natureza de forma holística.

“Tive várias situações positivas representando a empresa. A maior delas foi a conscientização após as mudanças realizadas por ela há uns 12 anos. Muitos acharam que a Mercur estava quebrando, principalmente os concorrentes. O terror psicológico foi grande e assustador. Não para mim – na verdade, foi um aprendizado de que essa mudança era necessária”, afirma Cláudio.

Uma história de 100 anos de cuidado

Em 2024, especificamente dia 11 de junho, a Mercur chega a um feito que poucas empresas conseguem no Brasil: o centenário. Em um país onde a média de vida dos negócios é de 5 anos, completamos 100 anos, marca que apenas 0,01% das empresas alcançam no Brasil.

Inovamos, impactamos, mudamos de pensamento e nossa forma de falar. Até o “homenzinho da Mercur” se transformou ao longo destes anos. Acima de tudo, evoluímos com os desafios que surgem diariamente.

“Claro que nem todos os dias são ‘flores’, mas todos são de constantes aprendizados, trocas e ensinamentos. É uma gratidão enorme estar vivendo esse marco de 100 anos de história da Mercur. Cheguei na empresa na celebração dos seus 80 anos. Ali, a Mercur já era uma senhora linda e admirada, sempre se reinventando. Que as sementes da Mercur prosperem e que venham mais 100 belos novos anos, cocriando um mundo de um jeito bom pra todo o mundo”, conclui Michele.

Gerações de famílias acompanharam e seguem acompanhando essa jornada. Todo ano, novas histórias são contadas na companhia. Nossa cultura de cuidado com os colaboradores, com a sociedade e com o meio ambiente é o nosso principal legado para as próximas gerações.

“O cuidado com as pessoas, a forma como a Mercur se preocupa com o mundo, nos faz querer que a Mercur exista muito mais que 100 anos. As pessoas mercurianas merecem a Mercur, o mundo precisa de mais empresas como a Mercur, e poder contribuir para que essa empresa prospere de alguma forma é incrível”, conclui Fabíula.

Conheça nossas ações de sustentabilidade e resultados em nosso Relatório de Impactos 2023.

Gostou desta publicação?
Compartilhe com seus amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa Newsletter