Gestão, Responsabilidade socioambiental e Tecnologia assistiva

Mercur: as práticas de uma gestão em movimento chega aos seus 98 anos

Publicado em: 12 de julho de 2022

Tempo estimado de leitura: 9 minutos

Por: Engaje! Assessoria de Imprensa

Empresa gaúcha traz um olhar de maturidade ao cocriar com as pessoas os recursos de tecnologia assistiva.

A Mercur, empresa das áreas de saúde e educação, completa 98 anos em junho de 2022. Sua trajetória traz as marcas das transformações dos tempos e a necessidade permanente do processo de construção, a partir de conceitos e práticas que vão além dos objetivos econômicos. No seu DNA estão os valores humanos, amparados em uma gestão estratégica articulada com objetivos de negócios e a sustentação da vida. Para Jorge Hoelzel Neto, Facilitador Mercur, “com as transformações da empresa mantemos a saúde econômica e financeira, e investimos na responsabilidade social e ambiental. Não é um trabalho que se faz do dia para a noite. É um processo que não tem fim. É um processo em adquirir conhecimento e transformá-lo na caminhada”.

A busca diária por um mundo de um jeito bom para tudo e para todos traz a importância do protagonismo das pessoas e seus coletivos, no qual a cocriação é uma ferramenta para construção de decisões que possibilita o surgimento de uma nova geração de produtos, serviços e relacionamentos. As soluções da empresa deixaram de se basear apenas em movimentos de mercado para se centrar também nas necessidades das pessoas. Um exemplo disso, são os Recursos de Tecnologia Assistiva desenvolvidos para atender as pessoas com deficiência. Foram através de conversas, diálogos, trocas e momentos de cocriação com esse público, seus familiares, profissionais da educação e saúde e técnicos da Mercur que surgiram os primeiros produtos.

Os recursos de tecnologia assistiva auxiliam as pessoas que possuem mobilidade reduzida e ou algum tipo de deficiência para realizarem tarefas do dia a dia. Débora, uma menina que vive com paralisia cerebral, epilepsia de difícil controle e autismo, é uma das beneficiadas pelos produtos. Segundo sua mãe, Aline Cavalli, ela enfrentava dificuldades para segurar objetos. Ao participarem de uma oficina da Mercur, elas conheceram alguns recursos de tecnologia assistiva, como fixadores em tira – feito em borracha natural que possibilita que pessoas com dificuldade de preensão possam segurar objetos. Foi assim que pela primeira vez a menina conseguiu pegar itens como lápis, canetas e cola. Coisas que até então não tinha conseguido segurar. Aline também ajudou na elaboração de formas de identificação dos diferentes tamanhos e regulagens da tira fixadora. “Se cada versão tivesse uma cor própria, facilitaria para encomendar ou sugerir o item para outras pessoas. Assim, ao invés de dizer ‘compra o de 20 cm’, poderíamos dizer ‘compra o verde’”, recorda Aline sobre a proposta que foi incorporada à versão final do produto.

Para Fabiane Lamaison, Facilitadora de Coordenação da Mercur, “a inovação é um valor presente em toda a história da empresa, desde a sua origem e mais intensamente na última década, onde o processo de renovação da gestão e no portfólio passou por um movimento ainda mais profundo, buscando equilibrar a atuação da empresa a partir de pilares econômicos, humanos, sociais e ambientais”. Hoje, com processos mais consolidados na área de responsabilidade socioambiental, busca a inovação em seus processos internos, nos negócios nas áreas de saúde e educação.

São diversos os exemplos de inovação e a busca na redução do impacto ambiental, como a construção da usina fotovoltaica que suprirá 50% de toda a energia utilizada pela empresa, ou seja, uma geração de 1,18MWp. Ou ainda, desde 2015, a Mercur é uma empresa carbono neutro, garantindo o compromisso ambiental na sua cadeia de transporte de matérias-primas e produtos. Também investe nas comunidades locais em que atua e passou a produzir nacionalmente produtos da Linha de Apoio, como a Muleta Canadense Fixa e as novas bengalas. A nacionalização da produção é um direcionador estratégico, no qual, hoje, 88% dos produtos são nacionais.

Dessa forma, a inovação extrapola os conceitos de gestão e práticas de negócios. É um processo de evolução constante, com indicadores, metas e movimentos que é possível dimensionar etapas e tempos. “O mais importante é a caminhada, e a busca atenta para criar condições de estar sempre evoluindo”, conclui Fabiane.

Para conhecer mais sobre a Mercur e a Tese de Inovação acesse www.mercur.com.br

Gostou desta publicação?
Compartilhe com seus amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine nossa
newsletter