Responsabilidade socioambiental

Por que consumir de empresas carbono neutro faz a diferença para sua vida (e todo o planeta)

Publicado em: 5 de janeiro de 2022

Tempo estimado de leitura: 10 minutos

Por: Paes.digital

É impossível frear completamente as emissões de carbono da humanidade. A boa notícia é que existem formas de amenizar os danos que causamos.

É fato: a atuação de qualquer empreendimento humano gera impactos. E quando falamos na apropriação da natureza como recurso, esse impacto pode, em maior ou menor escala, afetar as condições do mundo em que vivemos.

Os gases de efeito estufa são um problema antigo e que tem relação profunda com a forma como conduzimos nossas vidas.

Ou seja, tudo o que consumimos e produzimos está potencialmente ligado à emissão de algum gás que danifica o meio ambiente. Isso sempre aconteceu, mas com o aumento da produção, do trabalho e da população, esses gases ganharam mais espaço do que deveriam.

As emissões de CO2 (Dióxido de Carbono), por exemplo, estão presentes em quase todas as atividades da vida humana e acontecem principalmente pelo uso intensivo de combustíveis fósseis: petróleo, carvão e gás natural.

Diante desta realidade, muitas empresas têm se mobilizado para alcançar o título de “Carbono Neutro”. Você sabe o que é isso? Neste blog, vamos explorar tudo sobre o assunto. Acompanhe.

 

O que é uma empresa Carbono Neutro?

“Basicamente, é uma empresa que conhece sua pegada de carbono, procura reduzir onde for possível e tudo aquilo que não foi possível reduzir, compensa. Na Mercur, optamos pelo plantio de árvores, nativas do bioma onde o plantio ocorrer”, conta João Carlos Kipper Trinks, coordenador de Impactos da Atividade da Mercur.

Entre as empresas, este movimento é conhecido como Programa Carbono Neutro. Então, para ser uma empresa Carbono Neutro é preciso calcular e monitorar o total de emissões de CO2 que se está gerando. Com esses dados em mãos, é necessário (1) mapear formas de reduzir e (2) saber como compensar as emissões que não podem ser reduzidas.

Como isso é feito? Uma das formas mais conhecidas está na recuperação de áreas de matas degradadas, além do trabalho para preservação desses espaços. Este processo recebe o nome de “compensação por crédito de carbono”.

Todo o movimento ganhou força com o Acordo de Paris, realizado em 2015. O acordo foi assinado por 195 países e definiu, como objetivo, limitar o aquecimento global em menos de 2ºC e somar esforços para restringir o aquecimento em 1,5°C.

O Acordo de Paris é válido até o final do século. Assim, chefes de estado devem colaborar para reduzir emissões de gases poluentes.

Atualmente é possível calcular a quantidade de CO2 emitida por pessoa, por empresa, por produto ou até mesmo pelo governo.

A conta é realizada com base nas informações proporcionadas sobre o consumo de alguém ou ainda por meio de um inventário de emissão de carbono das empresas.

 

Qual a importância de neutralizar o carbono?

O processo de emissões de CO2 é um dos responsáveis pelo aquecimento global e ameaça a biodiversidade das espécies; inclusive, a espécie humana.

As consequências são as mudanças climáticas, caracterizadas por:

  • secas;
  • enchentes;
  • vendavais;
  • derretimento de geleiras;
  • aumento no nível dos oceanos;
  • entre outros fenômenos.

Esses fenômenos têm acontecido com intensidades mais extremas, mais frequentes e menos previsíveis, ameaçando a vida na Terra.

Trinks nos explica: “a técnica para neutralizar o carbono através do plantio de árvore é importante porque acontece o processo de fotossíntese, onde a árvore absorve gás carbônico e devolve oxigênio para a natureza. Ajudando no equilíbrio do clima, no aumento e conservação da biodiversidade de espécies, flora e fauna”

 

Como a Mercur trabalha para ser uma empresa Carbono Neutro?

Na Mercur, fazemos o inventário de emissões de GEE (gases de efeito estufa) desde 2009, primeiramente mapeando todas as fontes emissoras e a quantidade que cada uma destas fontes emite de CO2e.

Após, buscamos a redução de nossas emissões através da modificação de processos, em conversas sobre o tema com clientes e fornecedores, alterando modais de transportes substituindo caminhões por navios, balsas, barcaças e trens, tanto na entrada de matérias-primas, quanto no envio dos produtos ao mercado, diminuindo viagens aéreas, incentivando caronas e o transporte coletivo, entre outras possibilidades.

Além do inventário e das ações de redução das emissões, compensamos o que não pôde ser reduzido. Fazemos isso plantando árvores nativas, de acordo com o bioma, em áreas disponíveis para este fim.

Para a compensação de cada tCO2e (tonelada de CO2 equivalente) são plantadas 6,3 árvores. Vale destacar que alguns de nossos fornecedores, principalmente de transporte rodoviário, fazem a compensação relativa ao que transportam para a empresa.

A execução das três etapas, inventário, redução e compensação, tornam a Mercur uma empresa Carbono Neutro.

 

Quais são as técnicas para neutralizar o carbono?

Desde 2009, na Mercur, monitoramos um indicador que considera todos os insumos (materiais) utilizados em nosso processo produtivo, considerando o peso de cada item recebido dos nossos fornecedores.

Os itens são classificados em faixas distintas (mais renovável até menos renovável) para que possamos acompanhar a sua representatividade sobre os principais insumos adquiridos, em peso, a cada ano.

Desta forma, podemos planejar e conduzir a evolução dos nossos esforços na busca por recursos mais renováveis ao longo dos anos.

Quando desenvolvemos produtos novos ou fazemos melhorias nos já existentes, consideramos a possibilidade de substituir os insumos não-renováveis ou parte deles por insumos renováveis.

Mas nem sempre é possível substituir e, neste caso, nos desafiamos a reduzir a quantidade de material usado no produto.

Alguns exemplos:

  • Substituição da Parafina por Cera Vegetal no Giz de Cera. A Parafina é um derivado do petróleo, que leva milhões de anos para se formar. Modificamos a composição do produto de 40% renovável para 80% renovável.
  • Em 2021, alteramos a capa da Borracha TR, que utiliza 21% menos plástico e com design que proporciona maior conforto no uso e redução de riscos ergonômicos (colocação automatizada da capinha – antes era colocada manualmente).
  • Borracha de Apagar Natural: alteramos a formulação das Borrachas de Apagar Naturais, substituindo uma carga mineral, não renovável, pela fécula de mandioca (origem vegetal). Desta forma, elas passam a ter até 75% de matéria-prima renovável em sua composição, contribuindo na redução de impactos com o meio ambiente.
  • Ponteira Articulada para Muleta: um acessório desenvolvido para proporcionar mais segurança e estabilidade ao usuário durante a caminhada com muletas. Fabricada em borracha natural, possui na sua composição, sílica de origem vegetal, extraída da cinza da casca do arroz, o que a torna cerca de 60% renovável.
  • Mobilização CO-labora: um projeto com o objetivo de desenvolver muletas, considerando novas alternativas de design e matérias-primas, com menor impacto humano e sócio-ambiental, custo acessível e viabilidade de fabricação com ou sem escala. Focado principalmente na redução do uso de alumínio.
  • Redução do tamanho dos fechos aderentes (velcros) em vários produtos da Saúde, para reduzir o consumo de insumos não-renováveis.
  • Substituição de várias embalagens plásticas por embalagens de papelão. Desde 2013, quando iniciamos a troca das embalagens plásticas, deixamos de consumir cerca de 343 toneladas de plástico em embalagens.
  • Otimização de embalagens, buscando redução de tamanhos ou melhor aproveitamento, para minimizar o consumo de materiais, sem prejudicar a proteção necessária ao produto.
  • Foco na redução do consumo de materiais, sem prejudicar a função, durabilidade e segurança do produto.

Trinks também nos lembra de algo importante: “quem é carbono neutro é a empresa, não um ou outro produto, porque aí os nossos fornecedores teriam que compensar suas emissões também”.

 

Você gostou deste assunto? Então não deixe de conferir conteúdos como:

Qual a diferença entre produtos orgânicos e agroecológicos?” e “Cocriar um mundo melhor: entenda a importância de consumir alimentos orgânicos”.

Gostou desta publicação?
Compartilhe com seus amigos.

2 respostas para “Por que consumir de empresas carbono neutro faz a diferença para sua vida (e todo o planeta)”

  1. Maria Cecilia Scavone disse:

    Estou amando todas essas informações. Muitas nem tinha conhecimento parabéns e o nosso planeta agradece.

    • Mercur disse:

      Ficamos felizes que tenha gostado do conteúdo, Maria!
      Continue nos acompanhando por aqui. Estamos sempre abertos à sugestões de assuntos que tenham relação com o cuidado ao meio ambiente 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine nossa
newsletter